Steve Grimmett’s Grim Reaper: show no La Salsa em São Paulo com Hellish War, Brave, Flagelador e Night Prowler

Fonte: Som do Darma

A lenda da New Wave Of Britsh Heavy Metal está de volta ao Brasil. O Grim Reaper, atualmente liderado pelo seu vocalista e principal líder, Steve Grimmett, por isso mesmo hoje chamado de Steve Grimmett’s Grim Reaper, retorna ao país para três novas apresentações em Abril: dia 21 no Bar da Garagem em Sorocaba/SP, dia 22 no Wox Club em Pomerode/SC e dia 23 no La Salsa em São Paulo/SP.

Diferentemente das passagens anteriores do Grim Reaper no país, dessa vez Steve Grimmett será acompanhado pelos músicos brasileiros Vulcano (guitarra), Bil Martins (contrabaixo) e Rafael Gonçalves (bateria) e promete um repertório exclusivamente formado por músicas dos três clássicos discos do Grim Reaper: ‘See You In Hell’ de 1984, ‘Fear No Evil’ de 1985 e ‘Rock You To Hell’ de 1987. Nos três shows da turnê, o Grim Reaper será acompanhado por duas bandas brasileiras, o Hellish War e o Brave, estimulando a integração entre culturas através desse movimento cultural pluralista que é o heavy metal. Em São Paulo, ambas bandas serão acompanhadas pelo Flageladör (Niteroi – RJ) e Night Prowler (São Paulo – SP).

Grim Reaper
Considerada uma das maiores representantes da New Wave Of Britsh Heavy Metal ao lado de Iron Maiden, Motörhead, Judas Priest, Saxon e Venom, o Grim Reaper surgiu em 1979 em Droitwich Spa, Inglaterra, formado pelo vocalista Steve Grimmett, o guitarrista Nick Bowcott e o baixista Dave Wanklin (a posição de baterista foi ocupada por diferentes músicos ao longo da carreira da banda). Em 1984 foi lançado pela Ebony Records o primeiro disco do Grim Reaper, o estrondoso ‘See You In Hell’, gravado em apenas quatro dias. O álbum foi considerado o 73º melhor na tabela da Billboard daquele ano. A música da banda era selvagem demais para conseguir um lugar entre as 40 melhores com exposição somente pelo rádio, mas um videoclipe foi gravado e circulou bastante pela MTV, o que ajudou a vender mais álbuns, dando-lhes uma turnê nacional naquele mesmo ano. A banda também recebeu elogios de críticos como Robert Hilburn do Los Angeles Times, que deu o primeiro lugar no seu ranking das bandas de heavy metal.

Depois de concretizado o sucesso do primeiro álbum, o Grim Reaper volta sua atenção para a sequência com ‘Fear No Evil’. Lançado em maio de 1985, o álbum atingiu os mais vendidos em poucas semanas. As vendas desse segundo álbum aumentaram com outra turnê e outro poderoso clipe, “Fear No Evil”, dirigido por Chris Gaberin, que trabalhara em clipes de diversos artistas, desde John Cougar Mellencamp até Quiet Riot. O vídeo foi feito na parte oeste de Londres, próximo ao Aeroporto de Londres Heathrow. Neste foi apresentado o mascote da banda, um personagem meio homem meio lobo, cujo lema era “Tema o ceifador: ninguém escapa do poder maligno”. “Fear no Evil” tornou-se um dos videoclipes de heavy metal mais assistidos em toda história da MTV.

Em 1986 a banda começou as gravações do que seria então o terceiro disco, intitulado ‘Rock You To Hell’, junto ao produtor Max Norman (que trabalhava com Ozzy Osbourne). O disco saiu no ano seguinte e de cara transformou-se em outro best-seller do grupo. Apesar do sucesso, houve problemas na banda que culminaram em uma separação após ‘Rock You To Hell’. Nick Bowcott se tornou um dos escritores da revista Circus e mais tarde chegou a trabalhar para Marshall Amps em Nova Iorque. Steve Grimmett fez muito melhor a si mesmo juntando-se ao Onslaught. Depois do Onslaught, Grimmett formou o Lionsheart, que era mais melódico, ainda com um toque hard rock presente em seus trabalhos anteriores. Em 1994 o clipe “See You In Hell” foi brevemente reavivado quando apareceu em um episódio da série da MTV, “Beavis and Butthead”.

Atualmente o vocalista Steve Grimmett é o único remanescente da formação original do Grim Reaper e continua a fazer turnês por todo mundo como Steve Grimmett’s Grim Reaper.

Hellish War
Formada na cidade de Campinas/SP em 1995, o Hellish War é considerado um dos grupos de heavy metal tradicional mais relevantes do Brasil. O Hellish War lançou seu primeiro registro em estúdio em 1996, a demo-tape ‘The Sign’. ‘Defender Of Metal’, o álbum de estreia, saiu em 2001 e propagou pelos sete mares a proposta do grupo: uma sonoridade alicerçada no heavy metal da década de 80. ‘Heroes Of Tomorrow’, de 2008, trouxe a banda para níveis superiores em termos de técnica e musicalidade. Não obstante, foi a prova de que era possível se extrair o melhor das produções contemporâneas sem descaracterizar a essência do heavy metal antigo. A primeira turnê europeia do Hellish War aconteceu em 2009 e significou o coroamento de um trabalho. Batizada de “European First Assault Tour”, o Hellish War fez oito shows pela Alemanha, Bélgica e Suíça, incluindo três apresentações em festivais, entre eles o mítico “SwordBrothers Festival” na Alemanha. ‘Live In Germany’ lançado em 2010, é o primeiro disco ao vivo da carreira e trouxe o registro dessa turnê. O disco seguinte foi intitulado ‘Keep It Hellish’ e marcou a manutenção da identidade da banda. A turnê de divulgação teve início com alguns shows no Brasil e logo estendeu-se para a Europa –  a segunda passagem do Hellish War pelo velho mundo aconteceu em Outubro de 2013. O mais recente disco do Hellish War intitulado ‘Wine OF Gods’ foi financiado pelo Proac Editais. Entre as dez faixas que compõe o disco, “Warbringer” traz a participação especial de Chris Boltendahl do Grave Digger. Hellish War é formado por Bil Martins (vocal), Vulcano (guitarra), Daniel Job (guitarra), JR (baixo) e Daniel Person (bateria)

Brave
São mais de 20 anos de estrada! Várias Demos, EPs, três álbuns e dezenas de shows e participações em festivais. Na imprensa especializada, não apenas sobram elogios, mas a alcunha de “criadores do brutal power metal”. Depois da épica estreia com ‘The Last Battle’ (2012) e do celebrado aperfeiçoamento em ‘Kill The Bastard’ (2016), o Brave lançou em 2020 seu mais celebrado disco até aqui, ‘The Oracle’. Reunindo oito faixas inéditas, o álbum demonstra que o Brave não apenas mantém uma tradição, mas disponibiliza-a para novas possibilidades de interpretação. ‘The Oracle’ reúne oito. Mesmo ainda priorizando a divulgação de ‘The Oracle’, o Brave recebeu uma proposta irrecusável da gravadora Metal Relics para um relançamento de ‘Kill The Bastard’. A nova edição do segundo álbum do Brave reúne as oito faixas regulares do álbum e uma regravação de “Power In Battle” que conta com a participação mais do que especial de Steve Grimmett. Brave é formado por Sidney Millano (vocal), Carlos Bertolazi (guitarra), Ricardo Carbonero (baixo) e Rafael Gonçalves (bateria).

Serviço – Sorocaba/SP:
Steve Grimmett’s Grim Reaper com Hellish War e BraveData: 21 de Abril de 2022
Horário: 16h
Local: Bar da Garagem – Rua Direitos Humanos, 123 – Jd. do Paço – Sorocaba/SP
Ingressos: http://sorocabarock.com.br/
Informações, reservas e caravanas: (15) 99821-9909

Serviço – Pomerode/SC:
Steve Grimmett’s Grim Reaper com Hellish War e BraveData: 22 de Abril de 2022
Horário: 19h
Local: Wox Club – Av. 21 de Janeiro, 2115 – Centro – Pomerode/SC
Informações, reservas e caravanas: https://www.instagram.com/woxpomerode

Serviço – São Paulo/SP:
Steve Grimmett’s Grim Reaper com Hellish War e Brave
Outras Bandas: Flagelador e Night Prowler
Data: 23 de Abril de 2022
Horário: 16h
Local: La Salsa – Av. Duque de Caxias, 89 – Santa Cecília – São Paulo/SP
Ingressos: https://www.sympla.com.br/evento/steve-grimmett-s-grim-reaper/1435780
Informações, reservas e caravanas: (11) 94844-3403

Links relacionados:
https://www.facebook.com/grimreaperofficial
www.somdodarma.com.br
www.facebook.com/somdodarma
www.instagram.com/hellishwar
www.facebook.com/hellishwar
www.instagram.com/bravepowermetal
www.facebook.com/BravePowerMetal
https://www.facebook.com/flagelador.oficial/
https://www.facebook.com/nightprowlerheavymetal

(Visited 107 times, 4 visits today)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *