Neil Peart: um ícone a frente de seu tempo

Faleceu na terça-feira, 07 de janeiro, Neil Peart, baterista e letrista da banda Rush, aos 67 anos em Santa Monica, nos EUA. Anunciada através do perfil oficial da banda canadense na sexta-feira 10 – três dias depois –, a morte do músico deu-se por causa de um câncer no cérebro diagnosticado há três anos e meio.

Neil Peart foi um dos bateristas mais importantes da história da música, agregando um virtuosismo o qual tornará o mesmo referência no rock progressivo e heavy metal, entre outras vertentes. Abaixo o comunicado nas mídias sociais do Rush:

“É com os corações partidos e profunda tristeza que devemos compartilhar a terrível notícia que nosso amigo, irmão de alma e companheiro de banda por 45 anos, Neil, perdeu sua incrível batalha de três anos e meio contra o câncer de cérebro (glioblastoma).

Pedimos que amigos, fãs e meios de comunicação respeitem a necessidade de privacidade e paz da família nesse momento extremamente doloroso e difícil. Aqueles que desejam expressar suas condolências podem escolher um grupo de pesquisa de câncer ou instituição de caridade e fazer uma doação no nome de Neil.

Descanse em paz, irmão.

Neil Peart, 12 de setembro de 1952 – 7 de janeiro de 2020”.

Neil nasceu em 12 de setembro de 1952, em Ontario, Canadá. Ele se juntou ao Rush em 1974 ao lado do guitarrista Alex Lifeson e do baixista/vocalista Geddy Lee. Com a entrada de Peart na bateria, o Rush – formado em 1968 – consolidou-se como um power trio marcado por letras com referências literárias e músicas atemporais.

Peart anunciou a aposentadoria em dezembro de 2015, pois sofria de tendinite crônica e problemas no ombro. Em janeiro de 2018, o guitarrista o guitarrista Alex Lifeson decretou o fim das atividades do Rush – semanas atrás rumores davam conta de uma nova tour da banda canadense com Mike Portnoy na bateria, gerando comentários diversos de fãs e mídia especializada.

A EQUIPE PORTAL METAL REVOLUTION PRESTA SUAS HOMENAGENS À ESTE ÍCONE DA HISTÓRIA DA MÚSICA, O MAIOR BATERISTA DE TODOS OS TEMPOS.

(Visited 84 times, 1 visits today)