Edu Falaschi – 17-08-2019 – São Paulo (Tropical Butantã)

Texto por André Luiz – Fotos por Julio Szoke – Edição por André Luiz

Encerrando a “Temple Of Shadows In Concert Tour” com chave de ouro, Edu Falaschi retornou à capital paulista para uma apresentação a qual reunia todas as características para ser histórica. Após a gravação do DVD realizada no show meses atrás com o maestro João Carlos Martins, Edu reuniu sua banda e escalou o renomado baterista alemão Alex Holzwarth – visto que Aquiles Priester, nesse período, estaria em turnê europeia junto ao Wasp.

Em meio a um forte trabalho de divulgação junto a mídia especializada, o Tropical Butantã recebeu grande público na tarde/noite de sábado, 17, porém ninguém contava com um atraso expressivo decorrente de problemas técnicos da casa, posteriormente comentados pelo próprio Falaschi durante o show. No final das contas, a abertura da casa programada para 18h ocorreu apenas às 20h30m, já o show marcado para 20h iniciou exatamente às 21h35m com “Spread Your Fire”, emendada com “Angels And Demons”.

Na primeira pausa para conversa com o público, Edu pediu desculpas pelo atraso e explicou os problemas técnicos dizendo que tiveram de soldar todos cabos da mesa de som, comentou que haviam gritos de “au au au Shaman é pontual” na época de atrasos no Angra, disse que a noite era de festa com casa quase cheia e falou que foram 4 shows do Falaschi na capital paulista em poucos meses e que é difícil tantas apresentações na sequência reunirem tamanho público. Edu finalizou agradecendo a todos, dizendo que o show era um presente de final de tour e anunciou “Waiting Silence”, comemorada pelo público – a reação de Edu ao fim da faixa com um grito entusiasmado de “demais” foi o resumo do grande momento vivenciado.

Empunhando seu violão, o frontman anunciou mais uma do ‘Temple Of Shadows’, a faixa “Wishing Well”, com público levantando as mãos e cantando junto ao Falaschi. Após o momento semiacústico, o retorno com a rápida “The Temple Of Hate”, regada a palmas dos presentes no ritmo da faixa e show de riffs/solos – a empolgação decorrente da interação do público desta vez contou com um sonoro “do cara***” ao final exclamado pelo vocal. O dono da festa contou uma pequena história dizendo que tinham de fazer algo diferente após tantos shows da tour em sequência na capital paulista, elogiou Alex e chamou para bateria Pedro Tinello antes do anúncio de “The Shadow Hunter”, também do ‘Temple Of Shadows’.

“É engraçado que quando venho aqui em São Paulo me sinto em casa, conheço vários aqui do Instagram” comentou Falaschi, antes de convidar ao palco a vocalista Juliana Rossi para primeira participação especial da noite e iniciarem “No Pain For The Dead”. Na sequência, quem subiu ao palco foi o vocal Jeff Stars – da banda Mother Jo’s House – para execução da rápida “Wings Of Destination”. E faixa após faixa do celebrado álbum foram sendo apreciadas pelos presentes sem muito tempo para pausas, finalizando a parte do show dedicada ao ToS: “Sprouts Of Time” e seu ritmo mais cadenciado arrancando dança engraçada do guitarrista e risos de Edu; “Morning Star” e sua melodia contrastando com o ótimo solo de guitarra; “Late Redemption” e seu início no violão, público cantando alto a faixa junto ao Falaschi, em especial os trechos em português, interagindo com o vocal em um momento sensacional – arrancando mais uma exclamação de “demais” do Edu ao final.

Em meio a três faixas do Almah executadas em sequência – “Speranza”, “Warm Mind” e a pesada “King” –, Edu chamou sua filha Mikaela, e após um show de simpatia, dedicou a faixa “Warm Mind” para ela, a qual permaneceu no palco durante toda sua execução. Falaschi empunhando seu violão, pediu palmas ao baterista Pedro, e seguiu com uma impactante participação do público no clássico “Rebirth”, momento espetacular da noite.

Mikaela novamente surgiu no palco, desta vez ao lado da mãe e esposa de Edu, Vivian, levando uma rosa e fazendo um agradecimento surpresa ao marido e toda equipe, arrancando aplausos do público. Luis Mariutti foi convidado a subir ao palco e após discurso de Edu sobre a importância do músico na sua vida, o frontman chamou Alex para assumir novamente as baquetas e falou da reunião quase 30 anos depois de ambos no palco. O baterista assumiu o microfone e com gritos de “André André”, agradeceu a todos antes do início da clássica “Carry On” – outro convidado para música, o vocal/youtuber Daniel “Dan” Vasconcelos foi o protagonista da faixa com uma potência e técnica de voz magníficas.

“Ano que vem vamos lançar o DVD viu, mas agora vamos fugir um pouco do escopo do show, e agora será algo bem louco com Alex tocando esta música, parece bem inusitado, e tipo, nos shows do Angra vocês pediam mas eu não podia tocar porque foi algo meu, solo…” discursou Edu anunciando a faixa “Pegazus Fantasy”, tema do anime Cavaleiros do Zodíaco, muito comemorada pelos presentes. “Vou dar uma sumida agora para um período criativo, compondo material novo” iniciou Falaschi o discurso derradeiro da noite, seguido por agradecimentos e apresentação da banda formada pelo guitarrista Diogo Mafra, Raphael Dafras no baixo, o outro guitar Roberto Barros – aos gritos de “Ciborgue” vindos do público –, Fabio Laguna nos teclados, o quarteto sinfônico de cordas comandado por Paula Martins, Alex Holzwarth e Pedro Tinello nas baquetas – comentando que pela primeira vez esta música seria executada com dois bateristas. Fabio laguna assumiu o microfone, disse que Edu fez ele reviver o sonho da música após encontra-lo na cidade de Andradas, sentarem em um bar, comentarem que seria legal se juntar para tocar algumas músicas e quando foram ver, haviam se passados 2 anos e 70 shows. Gritos e aplausos efusivos à Falaschi, o músico chamou Jeff, Juliana e Dan ao palco para cantarem a faixa final, “Nova Era”, encerrando a marcante apresentação às 23h50m.

Passados 15 anos de seu lançamento, o mítico álbum conceitual ‘Temple Of Shadows’ reverberou nas mentes do público através desta turnê de sucesso de Edu Falaschi, o qual fará uma pausa para composição de novo material autoral, como o próprio informou durante o show. Como citado no início desta matéria, a apresentação possuía todos ingredientes para se tornar histórica, seja pelo fato de ser encerramento da tour, a reunião de Alex Holzwarth e Luis Mariutti 26 anos depois e executando de forma inédita no palco o clássico “Carry On”… Edu possui uma carisma pessoal e luz própria que irradiam o seu entorno, mesmo em momentos conturbados como os ocorridos no Tropical Butantã o grande público presente foi compreensivo e altamente participativo durante as mais de duas horas de performance on stage, isto sem contar os discursos emotivos de convidados e as demonstrações no palco de como sua equipe abraçou a “Temple Of Shadows In Concert Tour”: a desmistificação perfeita do porquê do sucesso desta grande turnê encerrada de maneira épica em São Paulo. Agradecimentos à TRM Press e produção do Edu Falaschi.

Set List Edu Falaschi:
Spread Your Fire
Angels And Demons
Waiting Silence
Wishing Well
Temple Of Hate
The Shadow Hunter
No Pain For The Dead
Winds Of Destination
Sprouts Of Time
Morning Star
Late Redemption
Speranza
Warm Wind
King
Rebirth
Carry On
Pegazus Fantasy
Nova Era

(Visited 112 times, 4 visits today)