Top Link Music – 03-05-2019 – São Paulo (Tropical Butantã)

Texto por Carlos Ferracin – Fotos por Júlio Szoke – Edição por André Luiz

Na sexta-feira, 03, aconteceu a festa de 30 anos da Top Link Music no Tropical Butantã com shows das bandas Massacration, Jesus Jones, Malta e uma jam com músicos do Angra e convidados, além do lançamento do livro “Rocking All My Dreams” de Paulo Baron, proprietário da produtora. Em meio a uma presença de público muito boa, o que se via era mais um clima real de “festa de aniversário” na casa de shows paulistana. E o Portal Metal Revolution esteve presente.

A abertura dos shows ficou com a “maior banda de heavy metal de todos os tempos”, o Massacration. O que começou como uma paródia no programa “Hermes e Renato” da MTV, rendeu – até o momento – dois álbuns e um DVD gravado ao vivo. Pode-se gostar ou não da banda por conta de toda esta polêmica, mas não há como negar que Bruno “Detonator” Sutter é um ótimo vocalista e os demais músicos que tocam ao vivo também são muito bons, inclusive o baterista atual é Ricardo Confessori com passagens pelo Angra e Shaman. Abriram com “Metal Is The Law” e executaram vários “hinos’ do metal lançados pela banda, como “Evil Papagali”, além de apresentar uma nova música “MetalMotor”. O encerramento apoteótico deu-se com “Metal Bucetation” e Detonator agitando no meio da galera.

Na sequência tivemos o Jesus Jones, banda inglesa formada em 1988 que atualmente conta com Mike Edwards (vocal), Jerry De Borg (guitarra), Al Doughty (baixo), Iain Baker (teclado) e Gen (bateria). A banda conseguiu um grande sucesso no lançamento do single “Right Here, Right Now”, presente no álbum ‘Doubt’ de 1991. Sucesso este que se repetiu no Brasil com a apresentação no extinto festival Hollywood Rock de 1992. Após de um hiato de 17 anos, a banda retornou em 2018 com o álbum ‘Passages’ e voltou a excursionar com frequência.

Apesar de estarem um pouco deslocados das demais bandas – seu som está mais para uma guitar band com pitadas de música eletrônica –, conseguiram fazer uma apresentação bem energética e agradar ao público presente tocando todos seus hits como “Never Enough”, “Into Freak”, “Real, Real, Real” e, claro, “Right Here, Right Now”. Os fãs da banda presentes no Tropical Butantã alegraram-se pelo que viram, especialmente após tanto tempo longe do Brasil.

Formado em 2013 na cidade de São Paulo, a banda Malta atingiu notoriedade ao vencer o programa Superstar da Rede Globo no ano de 2014, ganhando um contrato com a gravadora Som Livre para o lançamento de seu 1º álbum intitulado ‘Supernova’, o qual alcançou a marca de 280.000 copias vendidas. Atualmente a banda conta com Luana Camarah (vocal), Thor Moraes (guitarra), Diego Lopes (baixo) e Adriano Daga (bateria).  

Com a entrada de Luana Camarah em 2016, a banda apresentou uma mudança no seu direcionamento musical adicionando mais peso na sua música, e isto pode ser conferido em músicas como “Pátria Amada” e no cover de “Que País é Este?” do Legião Urbana, que ganhou mais punch em relação à versão original. O final da apresentação reservou covers do Queen – lembrando a apresentação especial que a banda fez no Allianz Parque na ocasião do lançamento do filme “Queen, Bohemian Rhapsody Celebration Experience” –, e o encerramento contou com “Highway to Hell” do AC/DC.

E, para encerrar a festa, uma Jam com músicos de diversas bandas como Angra, Malta, Dr. Sin, Project 46, Torture Squad, junto de vocalistas do calibre de Nando Fernandes, Marcello Pompeu, Bruno Sutter, Alírio Neto e Andria Busic   executando clássicos de Van Halen, Deep Purple, Dio, Whitesnake, Scorpions , AC/DC, Metallica, Led Zeppelin e outros  grandes nomes do rock. Foi muito legal acompanhar estas versões feitas por gente que entende do assunto e com certeza também é fã daquelas bandas. Um ótimo encerramento para uma noite muito divertida.

Com 30 anos de dedicação à musica, Paulo Baron – proprietário da Top Link Music – lançou o livro “Rocking All My Dreams”, no qual conta a história da empresa e das turnês feitas pelo Brasil e pela América Latina. No intervalo das apresentações houve a exibição de mensagens de vários artistas consagrados parabenizando a produtora e o empresário pelo seu aniversário. Realmente, por toda trajetória vitoriosa, a festa de comemoração de três décadas da produtora encabeçada por Baron fora mais do que merecida, pois é necessário sair um pouco da caixa e ter outra visão sobre como foram benéficas as ações da empresa para o crescimento da música pesada no Brasil com o passar dos anos – seja empregos diretos/indiretos, evolução de músicos/bandas que integram ou integraram o cast da TLM, atrações inéditas e de renome internacional a qual passaram pelo país por meio de suas negociações, turnês organizadas agenciando bandas não apenas no brasil mas para América Latina, enfim, os exemplos são muitos… Agradecimento à Hoffman & O’Brian, The Ultimate Music e nossos parabéns à Top Link pelos seus 30 anos de existência.

(Visited 111 times, 2 visits today)