Bush e Stone Temple Pilots – 14-02-2019 – São Paulo (Credicard Hall)

Texto por Carlos Ferracin – Fotos por Camilca Cara (T4F) – Edição por André Luiz

As bandas Bush e Stone Temple Pilots aportaram esta semana com a “Revolución Tour 2019”, para três shows em São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte – os dois primeiros fechados pela banda britânica e, na capital mineira, pelos norte-americanos.

O Bush foi formado em 1992 em Londres e atualmente conta com Gavin Rossdale (vocal, guitarra), Chris Traynor (guitarra), Corey Britz (baixo) e Robin Goodridge (bateria). Esta é apenas a 2ª. passagem da banda pelo Brasil e seu mais recente álbum é ‘Black And White Rainbows’ de 2017.

Formado no ano de 1985 em San Diego na Califórnia como Might Joe Young, a carreira do Stone Temple Pilots é marcada por problemas com seus vocalistas. Desde as idas e vindas de Scott Weiland – falecido em 2015 – e uma breve passagem entre 2013 e 2015 de Chester Bennington – falecido em 2017 –, a banda chegou ao atual Jeff Gutt, um ex participante do programa americano “The X Factor”. Os demais integrantes estão juntos desde o início:  Dean DeLeo (guitarra), Robert DeLeo (baixo) e Eric Kretz (bateria). Em sua 3ª passagem pelo Brasil, a banda está promovendo o álbum ‘Stone Temple Pilots’ de 2018.

O aquecimento para estes shows ficou a cargo da banda brasileira Republica. Em atividade desde 2011, a banda divulga seu mais recente trabalho ‘Brutal & Beautiful’. Com um show de 45 minutos, a banda cumpriu bem seu papel com uma boa recepção por parte do público presente. Destaque para “Beautiful Lie”, single do último álbum.

Após um breve intervalo, o Stone Temple Pilots entrou no palco e logo de cara executou três de seus mais poderosos hits: “Wicked Garden”, “Crackerman” e “Vasoline” – nem precisa dizer que o público foi ao delírio. Com set list baseado em seus primeiros álbuns, a execução de hits como “Big Bang Baby”, “Creep”, “Plush” – sendo executada em grande parte com apenas guitarra e vocal –, “Interstate Love Song” e “Sex Type Thing” contaram com aquele coral característico dos grandes shows. Do último álbum foram lembradas “Meadow” e “Roll Me Under”.

Perder o frontman sempre é traumático para qualquer banda. E, neste caso, o grupo tem duas opções: recrutar um frontman com as mesmas características do anterior ou que seja totalmente diferente. O Stone Temple Pilots optou pela primeira opção e Jeff Gutt mostrou que pode ser o cara certo para a banda.  

Set List Stone Temple Pilots:
Wicked Garden
Crackerman
Vasoline
Silvergun Superman
Big Bang Baby
Big Empty
Creep
Plush
Meadow
Interstate Love Song
Roll Me Under
Dead & Bloated
Trippin’ On A Hole In A Paper Heart
Sex Type Thing

Mais um breve intervalo e os britânicos do Bush já entraram executando “Machinehead”, faixa de seu primeiro álbum ‘Sixteen Stone’, um dos seus maiores hits.  Na sequência tivemos “The Chemicals Between Us”, outro hit da “fase antiga” da banda. Após o início saudosista, duas canções da atual formação: “The Sound Of Winter” e “This Is War” – além destas, “Let Yourself Go” foi à outra canção executada desta fase. A atual formação da banda encontra-se junta desde a volta em 2010 e percebe-se o entrosamento dos músicos no palco, seja na execução das antigas canções como nas mais atuais.

Gavin Rossdale falou – e muito – com o público, o vocalista tem aquele típico humor britânico, mas sem esquecer comentários como “não sei por que demoramos tanto tempo em voltar para cá”. E protagonizou dois grandes momentos da noite: um ao atender pedidos para tocarem “Greedy Fly” – a qual não estava prevista no set list – e outro ao cantar “Little Things” junto ao público – junto mesmo, dando uma volta em toda a pista do Credicard Hall, para desespero dos seguranças e delírio dos fãs. O frontman está cantando como há 25 anos, um tiozão garoto que ainda sabe como entreter a plateia.

Hits como “Everything Zen”, “Swallowed”, um cover dos Beatles – “Come Together” – fizeram do repertório um deleite para todos os presentes. O encerramento se deu com “Glycerine” e “Comedown”.

Quando duas bandas de grande sucesso são escaladas para a mesma noite podemos esperar diversão garantida. E foi exatamente isto que o público presente a este evento teve: diversão como todo show de rock deve ter (agradecimentos à T4F).

Set List Bush:
Machinehead
The Chemicals Between Us
The Sound Of Winter
This Is War
The Decease Of Dancing Cats
Everything Zen
Greedy Fly
Let Yourself Go
Swallowed
Little Things
Come Together
Glycerine
Comedown

(Visited 157 times, 2 visits today)