Herod: Kraftwerk no Sesc Pompeia em SP

herod-2016-por-andreza-francisco

O post-rock instrumental da Herod, atualmente um quarteto, já embasou muitas trips para quem é vidrado em experimentalismo, sobrecarga de guitarras, efeitos, timbres e bateria cheia de volúpia. Entre a sutileza do shoegaze e a agitação do noise, a banda apresenta agora um catálogo diferente e recria organicamente sete faixas do Kraftwerk.

A Herod visita o repertório das fases entre ‘Autobahn’ (1974) e ‘The Man Machine’ (1978) e coloca sua identidade nas releituras de “Autobahn” (tocada na íntegra), “Antenna”, “Radioactivity”, “The Hall of Mirrors” e outras. A banda tirou as músicas e rearranjou os acordes, sintetizadores, teclas e bateria eletrônica para sua própria linguagem: parede de som e muita dissonância com guitarra, baixo e bateria. Para algumas músicas, eles inclusive fazem os vocais, algo atípico na história do grupo.

Trabalhando na ideia há mais de um ano, refazer Kraftwerk desta maneira foi um exercício de criatividade para os músicos, que passaram muitas horas em estúdio ouvindo os originais e testando no feeling. Pioneira na arte de soar futurista, a banda alemã ainda inspira pela inovação sonora e é escola atemporal para bandas atuais – prova irrevogável do zeitgeist, que por si só, também inspira a Herod.

“Herod toca Kraftwerk” tem apresentação única na Comedoria do Sesc Pompeia no dia 13 de outubro (quinta-feira) e é uma produção do selo Sinewave. A banda já mostrou o repertório em outras ocasiões e se prepara para lançar um álbum com este catálogo, previsto para o início de 2017.

Para entender:

“Kometenmelodie 1” (Autobahn, 1974)
Versão “drone metal”, influências de Sunn O))) e Earth

“Kometenmelodie 2” (Autobahn, 1974)
Versão pesada e rápida, influências de Mogwai e kraut-rock nos solos

“Antenna” (Radioactivity, 1975)
Versão barulhenta, influências de noise rock

“Radioactivity” (Radioactivity, 1975)
Versão post-rock clássico, influências de Mogwai

“The Model” (The Man Machine, 1978)
Versão indie anos 90, influências de Sonic Youth, Pixies, Dinosaur Jr

“The Hall of Mirrors” (Trans-Europe Express, 1977)
Versão pesada e lenta, influências de Om, Mogwai, Godspeed You! Black Emperor

“Autobahn” (Autobahn, 1974)
Versão integral de 20 minutos, trechos com influências de noise-rock, Swans, Sigur Rós, Mogwai, Godspeed You! Black Emperor – e carrinhos!

Serviço: Herod toca Kraftwerk
13 de outubro
Sesc Pompeia – Comedoria | Rua Clélia, 93 | São Paulo (SP)
+55 11 3871.7700
www.facebook/sescpompeia
www.sesc.org.br
Às 21h30m (pontualmente)
Ingressos: de R$6 a R$20 | venda online pelo link e nas unidades do Sesc
Link do evento: join!

Siga Herod:
Bandcamp
Facebook
Instagram

Conheça a Sinewave: Site oficial

www.supernova.mus.br
Comunicação Musical | Produção Cultural

(Visited 31 times, 1 visits today)