Dark Avenger: capa e track list de novo disco

Dark Avenger - Porão do Rock - Brasilia - dez-2015 - por Raphael Rangel 12A banda brasiliense Dark Avenger divulgou a capa e track list da primeira parte de seu novo trabalho, ‘The Beloved Bones: Hell’. A arte foi criada pelo artista francês Bernard Bittler e segue os estágios mentais e emanação de sentimentos descritos na primeira parte da obra: “Uma jornada por dez prováveis etapas que uma pessoa passaria estando em um ciclo constante de descontentamento: PERCEPÇÃO – NEGAÇÃO – FUGA – REVOLTA – DESESPERO – LOUCURA – REEQUILÍBRIO – CONFRONTO – RESIGNAÇÃO – CONSUMAÇÃO”.

O disco, que está sendo produzido pelo guitarrista Glauber Oliveira, será lançado pela Shinigami Records e está previsto para Julho de 2016.

Track list:
1 – The Beloved Bones
2 – Smile Back to Me
3 – King for a Moment
4 – This Loathsome Carcass
5 – Parasite
6 – Breaking Up Again?
7 – Empowerment
8 – Nihil Mind
9 – Purple Letter
10 – Sola Mors Liberat

Dark Avenger - album 2016

‘The Beloved Bones’ será dividido em duas partes: HELL e DIVINE. A primeira parte HELL falará sobre DEZ possíveis estágios que alguém (eu, você, nós) presumivelmente passaria ao se encontrar e precisar viver uma situação constante de desconforto, como por exemplo um casamento sem amor, um emprego que te faz infeliz, uma doença, uma violência sexual, um acidente que nos deixa imobilizados, entre tantas outras circunstâncias que, sem perceber, acabamos por permitir em nossas vidas.

Esses “presumíveis: estágios são:

1 – PERCEPÇÃO: Perceber-se (após a euforia, o glamour e o deslumbre) que vive um situação de total desconforto para a alma, de infelicidade constante;
2 – NEGAÇÃO: Achar que pode estar errado(a) na sua análise e que o choque de realidade pode ser algo passageiro ou mesmo enganoso;
3 – FUGA: Uma vez atestada que a situação é essa mesma, querer fugir de enfrentá-la ou mesmo se recusar a buscar uma saída para ser feliz;
4 – REVOLTA: Diante do fato de que não se pode fugir do confronto com a realidade, a raiva de finalmente perceber que suas ações levaram a esse ponto de desconforto;
5 – DESESPERO: Muitos ultrapassam a linha limítrofe da REVOLTA e caem em desespero, perdendo o controle e o equilíbrio de suas emoções atitudes. Tornam-se parasitas de si mesmo ao negarem-se a oportunidade de auto-controle para gerir as situações que lhes afligem a alma e o viver.
6 – LOUCURA: Algumas pessoas parecem não enxergar saídas e se entregam às drogas, bebidas ou desaparecem, um desapego louco e irresponsável consigo mesmo;
7 – REEQUILÍBRIO: Mas é no confronto, no encontro consigo mesmo, olho no olho que está a saída e o resgate de sua humanidade;
8 – ENTREGA: O indivíduo deve então esvaziar sua mente para assuntos divergentes e se entregar na busca por uma nova vida, novos rumos e soluções para o que lhe faz infeliz.
9 – MORTE: É nesse momento que deve-se declarar a “morte” daquela situação, fazer um “enterro” simbólico de um ciclo de infelicidade. Esse é o momento em que a dedicação do estágio anterior assume um resultado.
10 – LIBERTAÇÃO: Aqui o indivíduo percebe que tem uma nova oportunidade de viver novamente. Uma nova oportunidade de aprender ou reaprender novos métodos para ser feliz.

Mas é morrendo que se nasce outra vez… para uma nova vida e novas possibilidades, novos empregos, novos amores… e isso é assunto para o THE BELOVED BONES: DIVINE.

Dark Avenger - Porão do Rock - Brasilia - dez-2015 - por Raphael Rangel 2

DARK AVENGER é:
Hugo Santiago e Glauber Oliveira – Guitarras
Gustavo Magalhães – Contrabaixo
Mario Linhares – Vocais
Anderson Soares – Bateria
Vinicius Maluly – Piano e Teclado

Sites Relacionados:
https://www.facebook.com/darkavengerofficial/
http://www.talktodark.com/

(Visited 27 times, 1 visits today)