Maquinarios – Intacto

Maquinarios - Intacto 2015

Maquinarios – Intacto
CD –
 WikiMetal Music (2015)

Texto por Sara Ferrer – o conteúdo expresso reflete a opinião do autor, é de inteira responsabilidade deste
Edição por André Luiz

Formar uma banda de Heavy Metal é o sonho de grande parte do público headbanger. As etapas seguintes vão desde demonstrar seu trabalho e influências para amigos e conhecidos, por meio da internet – o que facilita muito os trâmites para as bandas independentes – até gravar uma demo e mostrar-se ao mundo, esta uma das partes que pode ser mais complicadas, e que às vezes parece até uma realização muito distante. Mas… Não, para o trio catarinense, formado em 2010, Maquinarios.

Após o bem sucedido EP de trabalho intitulado ’Seis Milhas para o Inferno’, gravado em 2013, e uma série de apresentações gravadas ao vivo no estúdio Show Livre, do projeto ‘Live In Studio’ para transmissão em seu canal oficial no Youtube, o grupo lança ‘Intacto’, seu primeiro álbum de estúdio, estreando nas plataformas digitais, em julho de 2015, e na sequência em mídia física, via WikiMetal Music, demonstrando o autêntico Rock Pesado Brasileiro.

‘Intacto’ foi produzido por renomados produtores: Marcello Pompeu – Korzus, e Heros Trench, no estúdio Mr. Som, em São Paulo; com arte da capa assinada pelo francês Olivier DZO. O disco traz nove?envolventes faixas, que nos remetem aos primórdios do hard rock por sua sonoridade um tanto abafada; arremetendo aos primeiros álbuns, de uma das bandas que é influência para grupo, a clássica Black Sabbath, e a brasileira Carro Bomba.

Apresentando diversas máquinas funcionando, por meio de guitarras distorcidas, baixo cadenciado, e bateria vibrante, com letras em português de forma um tanto quanto corajosa – diga-se de passagem que no meio metal underground, não são tantas bandas cantando em nosso idioma – sobre temas do cotidiano, focados no desespero, desilusão, raiva e todo misto de emoções vividas por qualquer pessoa, são as engrenagens que dão forma ao som desta banda.

“Um Grito na Noite”, música para a qual foi gravado um vídeo clipe, muito bem elaborado, abre o disco, e nos apresenta o pedido pelas causas humanas de ‘Intacto’, o baixo de Matheus Andrighi é marcante, e traz um aspecto noturno à música. Watson Silva (vocal e guitarra) possui um timbre bem peculiar, além de ser destemido em seus solos de guitarra, e Diego Massola (bateria) não deixa nada a desejar no conjunto da obra.

A acelerada faixa “Desgovernado” desponta com muito peso, dando sequência ao disco. “Além da Estrada” capta claramente o espírito do Rock, vivenciado por todos que fazem da música seu estilo de vida, principalmente pelo refrão ‘chiclete’, ao mesmo tempo que descarrega o caos em sua letra. “Veneno, Sangue e Destroços” permeia entre revolta e agressividade em uma complexa harmonia.  A já conhecida “Seis Milhas para o Inferno” dá sequência aos riffs enérgicos. “Anjo ou Réu” traz uma letra reflexiva. Destaques também para “Ignição” e “Vulto Negro”. Quando nos demos conta, ‘Intacto’ finaliza com a faixa homônima.

Rápido, coeso, direto e pesado são algumas das características deste debut, que tem todos os requisitos para espalhar boa música pelo Brasil e posteriormente, mundo afora. Segundo sua própria letra, “o espírito do rock” nos leva além… Além da estrada, ações, sentimentos e pensamentos.

Integrantes:
Watson Silva – vocal e guitarra
Matheus Andrighi – baixo
Diego Massola – bateria

Faixas:
01- Um Grito na Noite
02- Desgovernado
03- Além da Estrada
04- Veneno, Sangue e Destroços
05- Ignição
06- Vulto Negro
07- Anjo ou Réu
08- Seis Milhas para o Inferno
09- Intacto

Confira abaixo o vídeo clipe de “Um Grito na Noite”, webclipe da faixa título “Intacto” e o áudio de “Desgovernado”:

(Visited 38 times, 3 visits today)