Lacrimosa – 08-12-2015 – São Paulo (Carioca Club)

Lacrimosa - SP - dez-2015 - por Rodrigo Monteiro HDR Photo Art & DesignXTexto por Sara Ferrer – Fotos por Rodrigo Monteiro – Edição por André Luiz

Referência no estilo gótico, a banda alemã Lacrimosa liderada por Tilo Wolff (vocalista), acompanhado pela bela Anne Nurmi (tecladista e vocalista), retornou ao país na terça-feira (8), para única apresentação em São Paulo trazendo a “Unterwelt Tour 2015”, em comemoração aos 25 anos de carreira.

Tramitando entre estilos como darkwave, heavy metal e erudito de forma equilibrada, as obras musicais fabricadas por Tilo desde a formação da banda nos anos 90, trazem a sonoridade existente na subcultura gótica, de aspecto sombrio, elegante e melancólico encorpadas com suas letras de caráter reflexivo, em conjunto com o figurino dark, ora moderno, ora aristocrático.

Como toda turnê comemorativa, o set list fez uma viagem na discografia do Lacrimosa, porém dando ênfase nas canções de seu mais recente álbum, ‘Hoffnung’, lançado um mês antes. Compondo a decoração em clima soturno, lençóis brancos cobriam os instrumentos no palco, com telão ao fundo, fumaça e iluminação em luzes de ribalta, os músicos de apoio de Mr. Wolff – Yenz Leonhardt (baixista), Jay P (guitarrista), Henrik Flyman (guitarrista), e Julien Schmidt (baterista) – subiram ao palco ao som de “Lacrimosa Theme” por volta das 21h45m, marcando o início do show; para só então Anne Nurmi e Tilo causarem furor espontâneo nos “Lacrimaníacos” (como se autodenominam os fãs do grupo) com sua entrada, mandando de início as pesadas “Der Kelch der Hoffnung” e “Kaleidoskop”, ambas do último disco.

Lacrimosa - SP - dez-2015 - por Rodrigo Monteiro HDR Photo Art & DesignV

Tilo fez uma breve saudação ao público, anunciando que a noite seria especial e agradeceu aos presentes por celebrarem o aniversário da banda; assim começou “Schakal” marcada pela empolgação dos fãs, seguida de “Stolzes Herz”, com direito a balões vermelhos e luz da mesma cor enfeitando a apresentação, a qual seguiu no mesmo clima quando Anne assumiu seu posto de vocalista, para encantar na performance profunda em “Apart” do disco ‘Echos’, 2003. Além disso, houve espaço para uma surpresa: “Crucifixio”, não executada desde a “Satura Tour” em 1993, enchendo os olhos da plateia devido a brilhante performance.

A rendição viria com o sucesso “Alleine zu Zweit”, do disco ‘Elodia’, 1999, fazendo com que o público vibrasse, saltasse e cantasse a plenos pulmões, com “Lichtgestalt” na sequência sem trégua aos presentes, do disco homônimo, 2005. Balões brancos com desenho do logotipo da banda foram acrescidos na decoração climática durante boa parte do show, um mimo dos “Lacrimaníacos” que causou lindo efeito visual, e fez os guitarristas brincarem quando estas caíam no palco.

Lacrimosa - SP - dez-2015 - por Rodrigo Monteiro HDR Photo Art & DesignVIII

“I Lost My Star in Krasnodar” do disco Sehnsucht de 2009 veio calma e pulsante com interpretação exímia de Wolff, mesmo realizando grande parte de sua performance sentado em uma cadeira também coberta pelos lençóis brancos, pois Tilo quebrou o pé esquerdo em consequência de um acidente de carro sofrido por ele e o diretor de sua gravadora (Hall Of Sermon), Dominik Regner, dias antes de iniciar a turnê sul-americana (NOTA DO EDITOR: Regner está afastado temporariamente do trabalho conforme comunicado oficial na página da banda). O vocalista conseguiu manter o público ávido e participativo, sendo que ao levantar-se algumas vezes, apoiava-se com muletas, porém gesticulando quase todo o tempo e deixando a música fluir e falar por si só a cada execução.

“Feuer” teve várias passagens, as quais remetiam ao metal pesado, até algo como tango e folk, deixando-a sonoramente alegre e dançante, com Tilo incitando o público a erguer os braços. “Uterwelt” reuniu os elementos que compõem peso e melodia cadenciada com a voz peculiar de Tilo. “Thurning And light” lembrou canções de bandas novas com Ms. Nurmi à frente do palco, cantando e encantando. “Apeiron – Der Freie Fall, Part 2” foi a escolhida para fechar a primeira parte do show.

Lacrimosa - SP - dez-2015 - por Rodrigo Monteiro HDR Photo Art & DesignXVII

A banda brincou com os bis, fazendo duas saídas, presenteando os fãs com “Tranen Der Liebe” e “Irgendein Arsch ist immer unterwegs”, após um pouco mais de suspense (e espera), regado ao bradar do público pedindo por mais, foi encerrada a apresentação com a diferente ‘Ich Bin Der Brennende Komet’ empolgando geral, deixando a sensação de que faltavam mais algumas importantes canções da carreira do Lacrimosa para serem tocadas. Infelizmente o pedido dos fãs por ‘Copycat’, um dos maiores clássicos do grupo, não foi atendido, e as cortinas fecharam-se declarando fim ao espetáculo.

Dado o fato da data escolhida somada à atual situação econômica do país, além do fato da turnê ser anunciada em meio a diversos eventos já programados antecipadamente, pode-se afirmar que estes fatores impactaram na quantidade de público presente, o qual poderia ter sido maior em virtude destas circunstâncias. Por outro lado, os Lacrimaníacos são fiéis e com certeza esperam comemorar mais aniversários como este futuramente. Agradecimentos à Free Pass pela realização do evento e à Heloísa Vidal pelo credenciamento de nossa equipe.

Set List Lacrimosa:
Lacrimosa Theme
Der Kelch der Hoffnung
Kaleidoskop
Schakal
StolzesHerz
Apart
Crucifixio
Alleinezuzweit
Lichtgestalt
I Lost My Star in Krasnodar
Flammeim Wind
Die unbekannte Farbe
If the World Stood Still a Day
Feuer
Unterwelt
Thunder and Lightning
Apeiron – Der Freie Fall, Part 2.

Irgendein Arsch Ist Immer Unterwegs
Keiner Schatten mehr

Ich Bin Der

(Visited 47 times, 2 visits today)