Millencolin – 14-11-2015 – São Paulo (Carioca Club)

Millencolin - SP - nov-2015 - por Fernando Yokota

Texto por Alvaro Ramos – Fotos por Fernando Yokota – Edição por André Luiz

Cinco anos após sua última passagem pelo Brasil, os suecos do Millencolin estiveram novamente no país, desta vez para apresentar o show da turnê de divulgação de seu mais recente álbum, o aclamado ‘True Brew’, lançado em abril deste ano. A data escolhida para o show de São Paulo foi sábado, 14 de novembro, e faltando aproximadamente uma semana para o show, todos os ingressos já estavam esgotados.

Chegando um pouco mais cedo na casa, o Caricoca Club – que nos últimos anos vem sendo cada vez mais palco de excelentes shows de rock, metal e seus subgêneros – podia-se notar uma enorme fila, além de uma grande quantidade de fãs perguntando (quase que implorando) por alguém que tivesse ingressos sobrando para vender. Infelizmente, muitos ficaram do lado de fora.

Millencolin - SP - nov-2015 - por Fernando Yokota IV

Por volta das 18h o Carioca Club abriu as portas, já que o show estava previsto para as 19h. Já do lado de dentro, muitas pessoas reclamando do calor excessivo devido à grande quantidade de pessoas e falta de ventilação. Além disso, um atraso de quase uma hora que já estava gerando uma grande impaciência por parte do público presente. Mas, por volta das 19h50m, quando as luzes se apagaram, todo e qualquer incômodo foi esquecido, já que antes mesmo da banda entrar no palco, o público já estava eufórico; a banda então se posicionou no palco e iniciou os acordes de “Egocentric Man”, faixa de abertura do novo álbum, mostrando aos fãs a pegada das músicas do ‘True Brew’ ao vivo.

Millencolin - SP - nov-2015 - por Fernando Yokota III

Desde o primeiro momento, vale destacar a emocionante participação do público, o qual da primeira música do show até a última, passando por faixas recentes e clássicos da carreira do Millencolin, cantou quase todas as canções em uníssono com o vocalista/baixista Nikola Sarcevic. Para não perder a pegada e o calor do público, a banda sem pausa emendou um grande clássico da carreira: “Penguins And Polarbears”, de um dos álbuns mais importantes da carreira do Millencolin, ‘Pennybridge Pioneers’. Da segunda faixa em diante, a euforia do público que estava mais próximo ao palco, já era tão grande que se tornou impossível permanecer naquela região sem levar chutes, socos e empurrões. Logo, pôde-se perceber principalmente os casais ou quem estava a fim de mais tranquilidade, indo para as laterais assistir ao show fora da “zona de risco”.

Voltando ao show, Nikola agradeceu ao público pela presença e disse que já sentia falta de estar no Brasil. Em seguida, “Twenty Two” abriu o caminho para “Fox”, outra faixa do ‘Pennybridge Pioneers’ que foi cantada por todos os presentes. “Sense & Sensibility”, mais uma nova, deu continuidade ao show e mais uma vez emocionou a banda ao mostrar a boa recepção do público com o novo trabalho.

Millencolin - SP - nov-2015 - por Fernando Yokota II

“Happiness For Dogs” foi executada, acompanhada por “Bullion”, do “Life On A Plate”, álbum que é considerado quase que unanimemente o mais clássico da trajetória da banda. Após “Man Or Mouse”, veio provavelmente o momento mais emocionante entre as músicas novas; a faixa-título, “True Brew”, foi executada por banda e público (isso mesmo), sendo um dos pontos mais altos do show. Percebendo a boa recepção do público com as faixas novas, a banda agradeceu diversas vezes ao decorrer do show pelo carinho dos fãs, mas sempre sem perder o pique e a intensidade do concerto, Nikola e companhia emendaram um apanhado de músicas de todas as fases da carreira do Millencolin; “Dance Craze”, “Olympic”, “Bring Me Home”, “Cash Or Clash”, “Autopilot Mode” e “Kemp” continuaram o show, para enfim a clássica “Mr Clean” do debut album fechar com chave de ouro a primeira parte do show. Após os tradicionais agradecimentos, a banda deixou o palco sob incansáveis aplausos do público, que obviamente continuou pedindo por mais em um coro de  “Olê olê olê, Millencolin”.

Millencolin - SP - nov-2015 - por Fernando Yokota I

Alguns minutos depois, a banda retornou ao palco para alegria do público, e ainda executou uma sequência com nada menos que “Black Key”, “Leona”, “Duckpond”, “Lozin’ Must” e “Farewell”, que foram escolhidas para iniciar a segunda parte e anteceder as duas faixas que finalizariam de vez o show, da melhor maneira possível: “The Ballad” foi cantada em uníssono por Nikola e seus fãs, fazendo um momento que com certeza vai ficar na memória de quem estava lá por muito tempo. Depois desta sequência arrebatadora, só faltava uma música para deixar os fãs irem para casa completamente satisfeitos: a clássica absoluta “No Cigar”, que dispensa apresentações, executada para ensandecer de vez os presentes. Ao término da mesma, a banda novamente se despediu do público e prometeu voltar bem em breve. Não poderia haver melhor notícia para quem esteve nesta festa do Hardcore, que voltem logo! Agradecimentos à Corsário e Costábile Jr. pela produção do evento e credenciamento de nossa equipe.

Set List Millencolin:
Egocentric Man
Penguins and Polarbears
Twenty Two
Fox
Sense & Sensibility
Happiness For Dogs
Bullion
Man Or Mouse
True Brew
Dance Craze
Olympic
Bring Me Home
Cash Or Clash
Autopilot Mode
Kemp
Mr. Clean

Black Key
Leona
Duckpond
Lozin’ Must
Farewell My Hell
The Ballad
No Cigar

(Visited 38 times, 2 visits today)