Tarja: amo a liberdade como artista solo

Tarja - 2015 promo Colours

Entrevista por Clovis Roman e Kenia Cordeiro – Imagens por divulgação – Edição por André Luiz

A cantora Tarja Turunen está em um momento bastante especial de sua carreira. No Brasil, ela está divulgando seu 3º disco solo, ‘Colours In The Dark’, um trabalho coeso que mescla perfeitamente a delicadeza de sua voz com o peso das guitarras. A vocalista nos atendeu para falar sobre seus planos para o futuro e também um pouco sobre como administrar família e carreira simultaneamente.

Além de seus álbuns regulares, você também gravou alguns trabalhos com uma sonoridade mais delicada. Considerando que ‘Colours In The Dark’ veio com bastante peso, podemos esperar que seu próximo disco siga esse caminho?
Tarja –
O próximo álbum vai seguir o mesmo caminho que segui com ‘Colours In The Dark’. Ele soa natural dessa maneira. Há músicas pesadas e outras não muito, mas talvez dessa vez tenha ido mais para o lado pesado.

Você está tocando nos show no Brasil a música “No Bitter End”. Ela estará em seu próximo disco? O que mais você pode nos contar sobre esse vindouro trabalho?
Tarja –
Essa canção fará parte do meu próximo disco de Rock. Eu ainda não posso te falar o título ou passar maiores informações, afinal, nós ainda estamos no meio da produção. Estou atualmente mixando o álbum com Tim Palmer [produtor de artistas como Pearl Jam e Robert Plant]. Ele será lançado em algum momento durante o verão [europeu] de 2016.

Você vem trabalhando com diversos músicos desde que começou sua carreira solo. O quão melhor é trabalhar com várias pessoas, sem as restrições de se ter uma banda fixa?
Tarja –
Eu amo a liberdade que tenho hoje em dia como artista solo. Tenho a liberdade de escolher com quem trabalhar, escrever músicas e decidir quando fazer turnês e onde. É uma situação muito diferente daquela que conheci quando fui membro de uma banda por tanto tempo. Eu não mudaria isso porque me sinto verdadeiramente abençoada por ser capaz de ter uma carreira internacional e desfrutar a vida com minha família.

TARJA 2013 - Tim_Tronckoe-15_high

O que mudou na sua rotina de trabalho após se tornar mãe?
Tarja –
Minha filha [Naomi] está sempre comigo nas turnês. Isso vai mudar quando ela começar a ir para a escola, mas até lá nós viajaremos como uma família feliz para qualquer lugar. Minha rotina não mudou nada após o nascimento dela, sério. Continuo podendo trabalhar e cumprir meus horários normalmente, pois felizmente a nossa filha é uma criança feliz e saudável que também curte a vida caótica das turnês. Ela sabe que sua mãe tem fãs por todo lugar e que eu preciso fazer shows e gravar álbuns. Ela tem estado em todos os lugares comigo, desde estúdios até os shows que faço.

Você já gravou algumas covers em sua carreira. Qual artista você adoraria que gravasse uma de suas canções?
Tarja –
Eu morreria feliz se Peter Gabriel ou Sting fizessem cover de alguma de minhas canções um dia!

Para completar sua passagem por solo brasileiro após performances marcantes em Recife, Fortaleza, Belo Horizonte e Salvador, a cantora ainda fará shows nas cidades de São Paulo, Curitiba e Porto Alegre.

Informações sobre os shows:
24/outubro – São Paulo, no Tom Brasil > http://www.ingressorapido.com.br/Evento.aspx?ID=39018
25/outubro – Curitiba, no Vanilla Music Hall > https://ticketbrasil.com.br/show/2857-tarjaturunen-pr/
28/outubro – Porto Alegre, no Teatro do Bourbon Country > http://www.ingressorapido.com.br/Evento.aspx?ID=41608

(Visited 24 times, 1 visits today)