The Maine – 31-07-2015 – Circo Voador (Rio de Janeiro)

The Maine-RJ-jul-15-por-Arony-Martins-8

Texto por Arony Martins – Fotos por Arony Martins – Edição por André Luiz

E mais duas bandas internacionais aterrissaram em solo carioca para se apresentar ao público dessa cidade que vem recebendo com certa frequência grandes nomes da música mundial. Na mesma semana em que David Garrett fez a alegria de seus fãs, o grupo norte-americano The Maine retornou ao Rio de Janeiro para mais um grande concerto, desta vez acompanhado da também estadunidense The Technicolors. Bom, acredito que todos esperavam por isso, mas uma surpresa que não consigo precisar se boa ou ruim estava por vir.

Pontualmente às 20h subia ao palco o guitarrista e vocalista do The Techinicolors, Brennan Smiley, tocando de maneira muito bem executada o hino brasileiro. Um ato bastante simpático e que arrancou gritos do bom público que compareceu para acompanhar as apresentações da noite. Todavia, quem esperava a apresentação do grupo por completo, de início se decepcionou. A performance do grupo escalado para a abertura do evento se deu somente com seu vocalista e guitarrista, sem a presença dos outros membros. Como disse, de início. O show durou pouco mais de 50 minutos e com toda a certeza agradou a todos que estavam presentes. Com um repertório bastante influenciado por estilos como Brit Pop e em alguns momentos soando como Bob Dylan, a apresentação de Brennan foi no mínimo muito competente, mesmo sem a companhia dos outros integrantes do grupo. A todo momento acompanhado pelo público que demonstrava conhecer bem o trabalho do artista, o The Technicolors passeou por seus dois álbuns de estúdio “Listener” e “Ultraviolet Disguise”, deixando aos presentes um gosto de quero mais.

Ao fim da apresentação inicial, não demorou muito para subir ao palco a atração mais aguardada da noite. O jovem público presente não via a hora de assistir mais uma vez o sexteto norte-americano, e esbanjando simpatia o The Maine subiu ao palco abrindo o show com a canção “Miles Away”, faixa que abre seu mais recente trabalho ‘American Candy’, lançado esse ano. A partir dali, foi visto nada mais do que um apanhado de músicas de toda a carreira do grupo que se iniciou em 2007. Canções como “Run”, “Jenny” e “English Girls” foram cantadas com toda a força possível pelas presentes. Sim, no feminino mesmo. A maior parte do público presente era composta por meninas. Sim, jovens meninas. O público adolescente lotou a pista do Circo Voador demonstrando a influência que bandas como o The Maine têm diante de grupos específicos como o citado.

A resposta dada pela banda a tanto carinho dado pelo público foram palavras de agradecimento e muita energia na execução das músicas. Em um dado momento, o vocalista John O’Callaghan chegou a se emocionar ao dizer àquelas pessoas as quais ali se encontravam assistindo sua apresentação foram e serão sempre muito importantes para a continuidade do trabalho desenvolvido por eles. Uns dirão que é puro marketing, outros dirão que existe verdade nas palavras do vocalista. Não se sabe, mas a constatação é que a gritaria a cada palavra dita foi generalizada e contagiante.

The Maine-RJ-jul-15-por-Arony-Martins

Mesmo com uma carreira já sólida e tantas músicas para apresentar, a banda não deixou de prestar sua homenagem a uma de suas influências. Para a surpresa de muitos, o grupo saca da cartola uma sólida execução de “Satisfaction” dos Rolling Stones, fazendo o Circo Voador vir abaixo. Muito importante inclusive que situações como essa se deem cada vez mais. Justamente para que mesmo com a chegadas de bandas novas, àquelas que trabalharam incessantemente e estruturaram a estrada para que grupos como o The Maine tenham hoje sua história, nunca sejam esquecidas. Seguramente um dos pontos mais altos da noite.

Com toda a certeza, quem esteve no Circo Voador para acompanhar as apresentações das duas bandas aqui resenhadas, saiu do local muito satisfeito. Isso ficou bem claro ao observar as reações das pessoas ao término do show. Muitas riam à toa, outras choravam copiosamente. Enfim, reações mais do que naturais para quem teve a oportunidade de viver momentos tão felizes como aquelas pouco mais de duas horas de espetáculo. Agradecimentos à Overload pela produção do evento e assessoria de imprensa do Circo Voador na pessoa de Rê Reis pelo credenciamento de nossa equipe.

Set List The Maine:
Miles Away
Run
Growing Up
Inside of You
Misery
My Hair
My Heroine
Same Suit, Different Tie
Like We Did (Windows Down)
English Girls
Jenny
Into Your Arms (acoustic)
Identify
(I Can’t Get No) Satisfaction (The Rolling Stones cover)
Love & Drugs
American Candy

(Visited 64 times, 1 visits today)