Revolution Saints – Revolution Saints

Grunge rust metal surface with vignette.

Revolution Saints – Revolution Saints
CD – Frontiers Music
 (2015)

Texto por Arony Martins – o conteúdo expresso reflete a opinião do autor, é de inteira responsabilidade deste
Edição por Rodrigo Gonçalves

E mais uma grande banda surge no cenário da música mundial. Power trio? Supergrupo? Criar rótulos seria no mínimo injusto, para não dizer leviano. Longe de se identificar como mais um projeto alternativo à seus grupos titulares, o Revolution Saints lança seu primeiro e homônimo trabalho, já se inserindo facilmente na galeria das grandes bandas de AOR da história. Sob a chancela da Frontiers Music, o excelente baterista Deen Castronovo (Journey, Bad English) após anos de estrada se apresenta ao público de uma forma bastante distinta de tudo que já realizou em toda sua carreira. Cantar provavelmente foi sempre algo que Deen fez, e muito bem. Algumas músicas cantadas ao vivo, backings vocals extremamente bem afinados. Todavia, assumir os vocais de uma banda com toda certeza foi um passo dado além em sua carreira. E que passo!

Acompanhado do baixista Jack Blades (Night Ranger, Ted Nugent) e do guitarrista Doug Aldrich (Whitesnake, Dio) o disco de estreia do grupo também conta com a participação do tecladista Alessandro Del Vecchio. O músico assina a produção e também, em parceria, grande parte das composições.  Ao ouvir sequenciadamente as canções que compõem o álbum é possível perceber claramente a influência daquilo que foi gravado pelos músicos em trabalhos anteriores. Principalmente em relação a Deen Castronovo e Doug Aldrich, esse ultimo que se notabilizou pela significativa participação na elaboração dos arranjos nas bandas onde esteve presente.

A faixa de abertura, “Back On My Trails”, uma das músicas de divulgação do grupo, de cara mostra o quanto os três grandes e históricos músicos têm para oferecer. E não é pouco. Com um marcante riff de guitarra, a canção apresenta tons característicos do Hard Rock e principalmente do AOR. Refrões intensos, belos backing vocals e melódicos solos de guitarra são a tônica desse excelente trabalho.

Na sequência a banda apresenta “Turn Back Time”, que além de inserir Blades como um competente cantor, também nos faz nos faz lembrar bastante os últimos álbuns do Journey, principalmente os gravados com o vocalista filipino Arnel Pineda. Cantor esse que faz uma participação pra lá de especial na terceira faixa do disco, a balada You´re not alone. Em um belíssimo dueto com Deen Castronovo, a música nos mostra o quanto o timbre rouco da bela voz de Castronovo se alia ao estilo da banda e no faz pensar sobre o porque de tanta demora para que o mesmo compartilhasse conosco seu talento.

Mais uma participação especial no disco se dá em “Way to the Sun”. O lendário guitarrista Neal Schon (Journey, Hardline) empresta sua habilidade ao trio e os presenteia com uma belíssima performance. Outro ponto alto do álbum se dá com a música Here Forever, mais uma das ótimas baladas do álbum, sendo essa uma das mais bonitas do mesmo.

Alternando momentos mais rockers e outros mais calmos, o primeiro trabalho do Revolution Saints traz à cena músicos experientes, mas que diante das possíveis desconfianças em torno dos chamados Supergrupos poderiam não funcionar enquanto banda. Muitos desses já sofreram as consequências de não conseguir emplacar bons trabalhos, ficando reduzidos à simples projetos somente. Todavia não é o que parece acontecer com a aqui resenhada banda. Com uma solidez impar e um trabalho de estréia de excelentíssimo bom gosto o grupo dá aos fãs do trio e consequentemente ao AOR, a esperança de continuarmos os acompanhando e seguramente ampliando a torcida para que novos discos sejam lançados. Agradeçamos à Serafino Perugino visionário chefe da gravadora, idealizador do projeto. Foi ele quem convenceu Castronovo de que sim, o já consagrado baterista estava pronto para ser um grande frontman.  Agora é aguardar que a vindoura tour passe por terras brasilis. Assim esperamos. Ansiosamente!

Integrantes:
Deen Castronovo – vocal, bateria
Doug Aldrich – guitarra
Jack Blades – baixo
Alessandro Del Vecchio – teclado (participação especial)

Faixas:
01- Back On My Trail
02- Turn Back Time
03- You’re Not Alone (feat. Arnel Pineda)
04- Locked Out Of Paradise
05- Way To The Sun (feat. Neal Schon)
06- Dream On
07- Don’t Walk Away
08- Here Forever
09- Strangers To This Life
10- Better World
11- How To Mend A Broken Heart
12- In The Name Of The Father (Fernando’s Song)

Confira abaixo o vídeo clipe para faixa “Back On My Trail”:

(Visited 31 times, 2 visits today)