Behemoth – 07-11-2014 – Curitiba (Music Hall)

Compartilhe:

Behemoth - Curitiba nov-2014 - por Makila Crowley (17)

Texto por Clovis Roman – Fotos por Makila Crowley & Divulgação – Edição por André Luiz

O Behemoth é uma banda que se supera a cada disco, desde sua fundação, em meados da década de 90. Não necessariamente que o último (The Satanist, 2014) seja o melhor , e que consequentemente, Sventevith (o debut, de 1995) seja o pior. Mas a cada álbum, Nergal e companhia conseguem produzir materiais de inegável qualidade e relevância para o metal atual.

Após uma apresentação impactante no Teatro Feevale, em Novo Hamburgo/RS, o Behemoth estreou em mais uma cidade brasileira: Curitiba. Pelo ineditismo (além da qualidade inegável do quarteto), a casa ficou cheia para recebê-los. Para recompensar o grande público, o Behemoth fez uma apresentação avassaladora, principalmente na primeira metade de seu set. Os caras abriram com duas novas, a agonizante “Blow Your Trumpets Gabriel” e “Ora Pro Nobis Lucifer”, depois mandando “Conquer All”, do Demigod.

Para “Slaves Shall Serve”, o grupo chamou o “roadie dos infernos”, ou então, Adam Sier??ga, para uma participação. O cara é técnico de bateria do Behemoth,e já tocou com os poloneses do Lost Soul. O cara tem uma pegada mais bruta, e o resultado foi excelente. A dobradinha com “Decade Of Therion” e “As Above So Below” foi de uma covardia tremenda. Mantendo todos extasiados, tivemos também “Christians To The Lions” e “The Satanist”. Antes do fim, ainda tivemos brutalidades como “Ov Fire and the Void”, “Furor Divinus” e “Chant for Eschaton 2000”.

Para o encore, os caras colocaram máscaras com chifres, dando um apelo mais teatral (e taciturno) a grandiosa apresentação. A música que alicerçou esse visual foi “O Father O Satan O Sun!”, do novo álbum. Infelizmente, a capital paranaense não pode vê-los rasgar bíblias. Nos quatro shows no Brasil, o fato aconteceu apenas no Rio de Janeiro (a derradeira data).

Os últimos discos tiveram ao menos uma representante no set do Behemoth (com ênfase no mais recente, claro), mas o repertório foi um tanto curto. Mais dois sons fariam com que a apresentação fosse ainda melhor.

SETLIST
1. Blow Your Trumpets Gabriel
2. Ora Pro Nobis Lucifer
3. Conquer All
4. Decade of Therion
5. As Above So Below
6. Slaves Shall Serve
7. Christians to the Lions
8. The Satanist
9. Ov Fire and the Void
10. Furor Divinus
11. Ludzie Wschodu  (Siekiera cover)
12. Alas, Lord Is Upon Me
13. At the Left Hand ov God
14. Chant for Eschaton 2000
15. O Father O Satan O Sun!

Ainda pelo Brasil, o frontman Nergal tirou algumas fotos tirando sarro de ícones da igreja, o que desagradou alguns, mas fez seus fãs darem boas risadas. As imagens falam por si só.

(Visited 215 times, 1 visits today)
Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *