Behemoth: show inóspito em teatro gaúcho

Behemoth-2014-6-low

O dia 06/11 será histórico para quem é fã de Metal Extremo no Rio Grande do Sul. A volta da banda polonesa BEHEMOTH, após muita expectativa do público, será realizada no Teatro Feevale, localizado no Campus II da Universidade (ERS-239, nº 2755), um lugar até então diferente para quem está acostumado a assistir os shows em locais convencionais. O espaço, fundado em setembro de 2011, tem cerca de 10.500 m² e tem capacidade para receber cerca de 1831 espectadores. O palco, em estilo italiano, está projetado com área total de mais de 500m², altura de 19m, largura de 36m e profundidade de 15m. A casa priorizou a utilização dos mais modernos mecanismos cênicos, desde os equipamentos de bastidores, da iluminação, acústica, aos elementos para o conforto, segurança e acessibilidade ao público. Possuem em suas dependências cinco camarotes, com 27 poltronas cada, e um backstage que comporta oito camarins, dois deles com capacidade para até 30 pessoas.

Behemoth de volta ao Rio Grande do Sul após 10 anos

Cercado de polêmicas, o BEHEMOTH tem sua força motriz nas mãos de Adam “Nergal” Darski, guitarrista e vocalista, e único integrante da formação original, que após ser diagnosticado com leucemia em 2010, lutou de todas as formas até conseguir um doador de medula óssea. Na ativa desde 1991, a banda ganhou começou a ganhar mais reconhecimento através do disco ”Demigod”, de 2004, ocasião em que a turnê de divulgação passou pela capital gaúcha, em show no Bar Opinião. Agora, após exatos dez anos, os bangers gaúchos terão a chance de presenciar este espetáculo na turnê de “The Satanist”, considerado um dos melhores lançamentos do ano.

Assista o clipe de “Blow Your Trumpets Gabriel”:

Dyingbreed apresentando material do debut

Prestes a lançar seu primeiro CD, intitulado “Worship No One”, a banda DYINGBREED será a encarregada de abrir o show, apresentando músicas como “Battalion of Hell”, que saiu como single recentemente e pode ser ouvida no link abaixo. Formada por Leonardo Schneider (vocal), Felipe Nienow e Ariel Boesing (guitarras), Fabricio Bertolozi (baixo) e Diego Pereira (bateria), o DYINGBREED tem em sua sonoridade fortes influências de Thrash e Death Metal, de bandas como Slayer, Morbid Angel e Cannibal Corpse, mas sempre buscando criar algo próprio.

Ouça “Battalion of Hell”:

Evento no Facebook com todas as informações: https://www.facebook.com/events/1495758817304712

(Visited 44 times, 1 visits today)