Judas Priest & Whitesnake: Saiba o que esperar da tour brasileira

Nesse final de semana, dois dos maiores nomes da história do hard rock/heavy metal mundial e vivendo momentos completamente distintos, darão inicio a uma série de quatro shows pelo país. Os shows acontecem em São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Brasília.

Desde que David Coverdale resolveu retomar os trabalhos com o Whitesnake há oito anos, esse tem sido o melhor momento que a banda viveu nesse interino. Estão com a melhor formação e acabaram de lançar um disco de estúdio simplesmente sensacional, que nos remete aos melhores momentos da banda vividos na década de 80. Mas, infelizmente, nem tudo são flores e esse bom momento não tem se traduzido nos shows. Mesmo quando é a atração prinicipal, a banda tem tocado pouco, algo em torno de 13 músicas (às vezes até 11), sendo que duas delas são solos.

Já o Judas Priest vive situação inversamente proporcional ao Whitesnake. Se os seus compratriotas resolveram adotar postura de banda de abertura, o mesmo não pode se dizer do Judas Priest. Naquela que é tida como a sua última turnê mundial, os velhinhos decidiram fazer a alegria dos fãs e tiraram do baú temas que, ou há muito tempo não eram tocados ao vivo, ou nunca fizeram parte de seus shows. Casos de Night Crawler e Never Satisfied, essa última fez sucesso na turnê do disco Crucible, da carreira solo de Rob Halford.

Meu problema com o Judas Priest atual é que eles parecem ter resolvido pisar em cima do próprio passado e sujar a carreira logo agora, quando estão prestes a terminá-la. Se em dezembro do ano passado os fãs já haviam ficado chocados com o anúncio da aposentadoria, em Abril desse ano a cosia piorou de vez. Numa bela manhã de quarta-feira fomos pegos com a notícia de que o guitarrista K.K. Downing resolveu abandonar o barco e foi substituído por seu compatriota, o jovem Richard Faulkner (ex-Lauren Harris). Até o momento Faulkner tem sido elogiado por seu desempenho, a partir de sábado, nós brasileiros, poderemos tirar as nossas próprias conclusões.

Veja abaixo o set list das duas bandas:

Whitesnake:

1- Best Years
2- Give Me All Your Love
3- Love Ain’t No Stranger
4- Is This Love
5- Steal Your Heart Away
6- Forevermore
7- Solo de guitarra
8- Love Will Set You Free
9- Solo de bateria
10- The Deeper the Love
11- Bad Boys / Children of the Night
12- Here I Go Again

Encore

13- Still of the Night

Judas Priest:

1- Rapid Fire
2- Metal Gods
3- Heading Out To the Highway
4- Judas Rising
5- Starbreaker
6- Victim of Changes
7- Never Satisfied
8- Diamonds and Rust
9- Prophecy
10- Night Crawler
11- Turbo Lover
12- Beyond the Realms of Death
13- The Sentinel
14- Blood Red Skies
15- The Green Manalishi
16- Breaking the Law
17- Painkiller

Encore

18- The Hellion
19- Electric Eye
20- Hell Bent for Leather
21- You’ve Got Another Thing Comin’

(Visited 38 times, 1 visits today)

Comments

  1. Como o fã nunca fica satisfeito, por mais que o set atual contemple toda a carreira do grupo (excluindo a fase Owens), é certo que eu daria umas mexidas… troca “Heading Out to the Highway” por “Desert Plains”, “Night Crawler” por “One Shot at Glory” e “Blood Red Skies” por “Ram It Down” ou “Hard As Iron” que fica DIMAIXXXXX… E vez ou outra variar a música pinçada do “Rock Rolla” também seria algo…

  2. Pois é, eu sou desses que conseguem reclamar até de uma turnê como essas. O problema todo foi a saída do Downing e o pouco tempo pro novato aprender as músicas, já que ele não era fã do Priest. Tivesse o Downing ainda na banda, certeza que iríamos ouvir uma “Tyrant”, “Rock Forever” e por aí vai. Imagina “Stained Class” no lugar de “Diamonds and Rust”.

  3. Se tocassem o “Stained Class” inteiro eu subiria no palco e beijaria a boca do Halford.

  4. Se eles tocassem o Sad Wings of Destiny na íntegra eu dedicaria a minha vida para garantir a felicidade do Halford.

  5. Set list vagabundo esse do Whitesnake hein! Pelo menos minha música favorita e a melhor do mundo (óbvio) foi incuída! Lá vamos nós para mais um show “morno” de abertura! ¬¬’

  6. Lamentável isso aí. O foda é que eles foram diminuindo cada vez mais, não entendi nada.

  7. Mermão, o set do Judão tá foda, problema vai ser o Whitesnake com um set completamente morno e sem graça, mas tomara q esteja errado e eles façam um tremendo show!!

  8. Muita sacanagem eles terem diminuído tanto o set list, mas fazer o que né… espero que as duas bandas façam um ótimo show.