NARGAROTH
ABERTURA: MURDER RAPE,
TORQVEREM, ESGAROTH, LIBIDINUM

OPERA 1, CURITIBA - PR

Review por Daniel - Edição por André Luiz
Fotos por Daniel (metalrevolution.net) e Opera 1 (opera1.com.br)

Após grandes nomes do Black Metal se apresentarem em terras brasileiras, como Mayhem e Desaster, chegou a vez dos alemães do Nargaroth. Anunciados para o dia 18/04 na cidade de Curitiba, na casa de shows Opera I, com o apoio de bandas nacionais, entre as quais um dos maiores nomes do metal negro nacional, o consagrado Murder Rape.

Libidinum - por Opera 1 (opera1.com.br)Esgaroth - por Daniel  (metalrevolution.net)Torqverem - por Daniel  (metalrevolution.net)

Por volta das 23h30m, com alguns minutos de atraso, sobe no palco a banda de Death Metal moderno Libidinun, formado por André (V/G), Eric (D) e Bruno (B). Seu set list começa com "Mercylies", seguida por "After Compulation", "Orgy Celebration", "Black Wings Of Revenge", "Cowards Must Die" e fechando com as excelentes "God Is Dead" e "I see Fears In My Enemy’s". Um belo show, feito por uma ótima banda com grandes músicos, mas infelimente um espetáculo apreciado por poucos.

As 00h40m sobe ao palco uma das bandas mais polêmicas tanto de São Paulo quanto da própria noite, o Esgaroth, formada por Kerak Troyll (V), Belial Asmodeus (G), F. Bhrams (K) e os novos integrantes Agares Nosfetu (B) e Yriskele (D). Abriram seu repertório com "Higher Spiritually" e sua bela Intro de teclado, e logo em seguida a rápida "The Begin Of The Infernal War" e "Malevolous, The Satanic Sword" do seu primeiro lançamento chamado "March To The Battlefields". Na seqüência a musica que mais chamou a atenção do público, a "Legions Fight For The Conquer", presente na sua segunda demo "The Return To Infernal Fields". Após anunciar sua última música, "Eternal War", por inconveniente, durante sua execução o vocalista Kerak Troyll agride um elemento no show que estava ofendendo a banda e TODOS os paulistas, mas mesmo assim ele retorna ao palco e finaliza a sua canção, fazendo o seu jus a fama que trouxe de São Paulo.

Logo após resolver os sucessores problemas causado pela ultima apresentação, sobe ao palco a banda Torqverem, formado no interior do estado de São Paulo, horda composta por V.A. Necrovisceral (V/G), Janvs Necrokramer (D) e Couvnt Noctulius (B), abrindo seu repertório com a intro "Exercito de Barathrum", seguida por "Crvou Noctis". Gostaria de destacar a excelente performance de V.A. Necrovisceral e sua voz, lembrando muito um Nazgul (não a banda, mas sim o personagem da série "O Senhor dos Aneis", de J.R.R. Tolkien). A Torqverem continuou seu show com a musica "Opvs Infenii", "Vmba Lotvs" e fechando com "Agnvs Libidinis", tendo uma longa salva de aplausos por sua grandiosa apresentação.

Enfim, após as bandas de abertura chega uma das mais esperadas horas da noite, o que para muitos presentes era mais importante, o fim da espera de 8 anos, sobe ao palco um dos maiores e mais temidos nomes do Black Metal Nacional, o Murder Rape. Formado por Agathodemon (B), Ipsissimus (G), Nargothrond (V) e os novos elementos Warhate (D) e M. Maleventum (G), levantando sua bandeira de ódio e anti-cristianismo, abrindo seu show com uma faixa de seu último lançamento ("Evil Shall Burn Inside Me Forever"), Witchcraft, seguindo com um grande clássico, "...And Evil Return" e "Wings Of Raven", que estará presente no seu novo álbum. Tocaram também outras músicas, todas muito bem aceitas pelo público curitibano, como

"Hate", "Vengence and Glory", "Embassy Of Satan", e deixando para o fim as clássicas "Mistress Of The Gloomy Night", "Morbid Desire", "Black Hatefull Melody" (melhor música da noite na minha opinião) e fecharam com a faixa-título de seu último álbum, "Evil Shall Burn Inside Me Forever", aclamando este mesmo nome em português pela primeira vez, e o repetindo pela segunda, já em inglês.

Murder Rape - por Opera 1 (opera1.com.br)

Nargaroth - por Daniel  (metalrevolution.net)
Em seguida, por volta das 4:30, sobe ao palco do Opera I, o polêmico e contraditório vocalista René Ash "Kanwulf" e seu músicos completando a banda alemã Nargaroth, abrindo seu repertório com a clássica "Black Metal Ist Krieg", seguida da nova "Winter", do álbum "Semper Fields"(está turne foi para a divulgação desse novo trabalho do Nargaroth). Na seqüência, a conhecida "Possessed By Black Fuckin Metal", passando pelo famoso cover "I Burn For You" (do Lord Foul) e a polémica "The Day Has Burzum Killed Mayhem", as ultimas três presentes no ábum "Black Metal Ist Krieg". Logo a seguir, um cover que levou as pessoas a um delírio sem fim, o cover de "War" do Burzum, acompanhada por mais um cover de "Freezing Moon" da banda Mayhem (meio contraditório, não?) e um curto trexo de Rainnig Blood do Slayer. Após uma pausa, um tanto quanto longa, eles tocam o já aguardado cover "Nightmare" da banda brasileira Sarcófago, cantada em plenos pulmões por todos ali presentes, tocando mais algumas músicas como “Amarok”, um tanto quanto exaltivas para um show. O repertório deixou a desejar, pelo excesso de covers e a falta de clássicos como "Erik, May You Rape The Angels" e "Seven Tears Are Flowing To The River", mas compensado pela excelente performance da banda. O mais curioso é que poucos presentes nem perceberam a ausência do baixista (sim, o show foi feito por duas guitarras, um baterista e Kanwulf).

IMAGENS DA NOITE
Libidinum - por Opera 1 (opera1.com.br)Nargaroth - por Daniel  (metalrevolution.net) Murder Rape - por Opera 1 (opera1.com.br)Nargaroth - por Daniel  (metalrevolution.net)