Krisiun – 15-06-2012 – Curitiba – PR (Blood Rock Bar)

Texto por Clóvis Roman

Sem demagogia, o Krisiun é uma banda que realmente tem um apreço especial por Curitiba. Em sua apresentação para um Blood Rock Bar completamente lotado, o trio gaúcho não se furtou em glorificar os apoiadores do Metal nacional; além de, durante todo a apresentação, citarem várias bandas underground curitibanas, como Infernal, Hecatomb, Imperious Malevolence, Murder Rape e Amen Corner. Com algumas destas, inclusive, eles tem estreita relação.

O início se deu com a furiosa “Onmious”, seguindo com “Combustion Inferno”, do disco Southern Storm, de 2009. No início, não houve muito espaço pra conversa, e seguiram com uma das faixas de seu mais novo trabalho, The Great Execution, intitulada “The Will To Potency”. Este novo disco mostra bem a evolução da banda, que utilizou mais passagens cadenciadas, porém, sem perder nada em brutalidade e peso. Mais pancadas como “Vicious Wrath” e “Vengeances Revelation” prosseguiram o massacre, e antecederam outra música nova: “Descending Abomination” (antes de a executarem, um rápido discurso sobre o orgulho de ser brasileiro), que também traz partes mais lentas. Sua introdução tem uma pegada meio Metallica; obviamente, guardadas as devidas proporções.

O setlist foi bem variado (apenas 3 do disco novo, num total de 12), entretanto, infelizmente, os ótimos discos Works Of Carnage e Ageless Venomous ficaram de fora desta vez. Uma coisa que nao poderia faltar é o indefectível solo de bateria do destruidor Maxmiliano Camargo Kolesne, e este ocorreu após “Blood Of Kings”. Desnecessário dizer que o cara é praticamente perfeito.

Mesmo com o frontman Alex Camargo bradando que todos deveriam apoiar as bandas brasileiras, teve nego pedindo “Venom, Venom”. Resultado? A banda tirou uma música própria do set para tocar “In League With Satan”. Realmente deplorável. Mas o show como um todo estava animalesco, e  já no fim, ainda pudemos conferir “Black Force Domain” e a estupenda “Kings Of Killing”, que findou a apresentação de 1h10. Impossível nao destacar a ótima qualidade de som, ainda mais se considerarmos a brutalidade do som deles. Este foi meu 7º show do Krisiun, e certamente, nunca vou perder uma chance de vê-los novamente – quantas vezes for.

E apenas comprovando a extrema humildade dos caras, após o show, eles ficaram no bar conversando amigavelmente com todos. Profissionalismo nota 10.

Setlist

1 – Ominous (Bloodshed EP)

2 – Combustion Inferno (Southern Storm)

3 – The Will To Potency (The Great Execution)

4 – Vicious Wrath (AssassiNation)

5 – Vengeances Revelation (Apocalyptic Revelation)

6 – Descending Abomination (The Great Execution)

7 – Hatred Inherit (Conquerors of Armageddon)

8 – Blood Of Lions (The Great Execution)

9 – Slain Fate (Bloodshed EP)

10 – Black Force Domain (Black Force Domain)

11 – In League With Satan (Venom cover)

12 – Kings Of Killing (Apocalyptic Revelation)

 

(Visited 17 times, 1 visits today)