The Agonist e Shadowside – 21-07-2012 – São Paulo – SP (Carioca Club)

Texto por Karina Cypriano
Fotos por Juliana Lorencini

Nesse último sábado, o Carioca Club recebeu os canadenses do The Agonist, banda de Metalcore/Death Metal melódico fez sua segunda apresentação pelo Brasil promovendo seu mais recente trabalho Prisioners. A primeira passagem da banda aconteceu no ano passado, exatamente no mesmo local. Convidada para abrir a noite, a Shadowside, banda brasileira  vinda de Santos, trouxe ao público paulista pela primeira vez a turnê na qual divulga o álbum Inner Monster Out, lançado no último ano.

A  Shadowside subiu ao palco pouco antes das 19h, com quase 1h de atraso em vista do que havia sido anunciado. O grupo que não tocava em São Paulo desde 2006 e foi muito bem recebido pelo público. Liderada por Dani Nolden (vocal), a banda ainda conta com Raphael Mattos (guitarra), Fábio Buitvidas (bateria) e Fábio Carito (baixo), que recentemente se juntou a banda, substituindo o posto que antes era de Ricardo Piccoli.

A música de abertura foi “I’m your mind” , e logo em seguida “A.D.D”, que fez as mais de 200 pessoas pularem com o heavy metal muito bem tocado da banda. A quarta música “My Disrupted Reality”, veio seguida por uma fala de Dani,  a vocalista dedicou a música à aqueles que acreditam que a realidade é só um “ponto de vista”.

O show segue com “Hideaway”, “Gag Order” e “Inner Monster Out”, faixa título do mais recente trabalho da Shadowside que tem sido muito bem recebido não somente pelo público, como pela crítica até o momento.

Em “Waste of Life”, penúltima música do show, Dani lembra que é uma das canções mais pesadas da banda e a dedica a todos aqueles que se sentem “manipulados pela massa” levando a galera ao delírio.

Foram nove músicas em 35 min de show. A banda se despediu com “Angel With Horns”, o primeiro single de Inner Monster Out, e agradeceu o público deixando palco com muitos aplausos.

A Shadowside fez bonito após tantos anos de espera para retornar aos palcos da cidade de São Paulo, apesar do público que ainda era bem pequeno, e alguns problemas técnicos relacionados ao som da casa, em alguns momentos os instrumentos soavam muito mais alto que a voz de Dani, a banda  mostrou o quanto amadureceu musicalmente. A vocalista Dani Nolden, provou que vai muito além de um rosto bonito, e mesmo com os contratempos se fez ouvir muito bem.

Às 19h55 as luzes se acendem novamente, é a hora tão esperada. O The Agonist sobe ao palco! Com grande recepção, a banda começa o show com “You’re Coming With Me “, do novo álbum Prisoners. A tão aclamada Alissa White-Gluz, por sua capacidade de fazer um bom vocal melódico e também gutural mostra que mesmo ao vivo consegue manter o prestígio dos fãs.

O show segue com músicas que passam por toda a carreira da banda como “Thank You Pain”, “Panophobia” e “Ideomotor”. Em “Born Dead Buried Alive” a roda começa a abrir e se forma o grande mosh pit.

Alissa se desculpa pelo atraso do show e separa os fãs em duas partes, esquerda e direita para o início “Birds Elope With The Sun” em uma grande disputa de vibrações!

Em “And Their Eulogies Sang Me To Sleep” e “Business Suit And Combat Boots”, as músicas mais esperadas da noite são recebidas com enorme entusiasmo e satisfação. O público fica maravilhado e é deixado por Alissa. Os guitarristas Danny Marino e Pascal divertem os fãs com brincadeiras no palco e fabulosos solos de guitarra.

Algo bem curioso que acontece durante toda a apresentação do The Agonist, a sensação que temos é que Alissa é algo a parte na banda, enquanto Danny, Pascal e o baixista Chris Kells demonstram muito carisma e simpatia com os fãs, Alissa fica sempre distante e ao final de cada música da as costas ao público. Ela por sua vez também não interage com os demais integrantes.

O restante da banda deixa o palco, mas a pausa é curta. Após o pedido do público para mais uma canção o grupo volta para mais duas músicas fechando a noite com “The Scape”, música do EP de 2011.

Com atrasos a parte,  80 min de show  foram o suficiente para que os poucos fãs presentes deixassem o Carioca Club maravilhados com o show e performance da banda. Seguindo a mesma linha das vocalistas de metal ainda subestimadas por sua beleza, ao que parece Alissa, deixa esses rumores de lado mais uma vez, enquanto o The Agonist faz outra boa apresentação no Brasil.

Confira algumas fotos das apresentações das bandas The Agonist e Shadowside em São Paulo:

(Visited 42 times, 1 visits today)